Menu

quinta-feira, 21 de julho de 2016

SUNRUNNER: banda americana fará show gratuito em Votorantim/SP

A banda norte americana de heavy metal progressivo SUNRUNNER estará pela primeira vez no Brasil para quatro apresentações no mês de agosto. Uma delas será dentro do projeto PALCO LIVRE, evento gratuito que ocorre mensalmente na cidade de Votorantim já há três anos. O evento ocorrerá do dia 7/8, na Praça Zeca Padeiro, ao lado da Prefeitura Municipal.

As outras atrações dessa edição do Palco Livre serão as bandas DREAM WILD, uma das principais bandas de heavy metal da região, e a banda FAMILY GHOST, que presta tributo as cultuadas bandas KING DIAMOND/MERCYFUL FATE.

Veja também:
SUNRUNNER: Heliodromus (review)

quarta-feira, 20 de julho de 2016

O fim do Pirilampus Bar

Uma triste notícia para todos os rockers de Sorocaba e região foi o anúncio de que o Pirilampus Bar e Boliche está encerrando suas atividades.

O bar, que contava com 13 anos de existência, era um ótimo espaço para shows de médio porte. Seu palco recebeu, especialmente nos últimos anos, grandes nomes nacionais e internacionais do rock e do metal dentre os quais Velhas Virgens, Nasi, André Matos, Dr Sin, Korzus, Nervosa, Blaze Bayley, Udo Dirkschneider, Marty Friedman, Cavalera Conspiracy, Paul Gilbert, pra citar apenas os que lembro de cabeça. Isso sem contar os inúmeros eventos com bandas cover ou com bandas independentes.

Os motivos alegados pelos proprietários foram financeiros, o que é compreensível no cenário atual. Mas não há como não lamentar o fim de um espaço tão legal!

Abaixo os links de alguns eventos que registramos no Pirilampus Bar, com fotos e imagens que vão ficar para sempre na lembrança de seus frequentadores:

Andre Matos: Review e vídeos do Show em Sorocaba/SP

Nasi: ao vivo e perigoso

Blaze Bayley: resenha e vídeos do show acústico em Sorocaba/SP

Review: Metal Singers: Vescera - Blaze - Ripper Owens - Udo (Pirilampus Bar/Sorocaba-SP)


KORZUS: vídeos do show em Sorocaba/SP

Nervosa & Imbyra - Conexão Metal - Sorocaba/SP

Paul Gilbert: veja como foi o workshop em Sorocaba/SP

Review: NOTURNALL (Pirilampus Bar, Sorocaba/SP - 16/05/2014)


segunda-feira, 18 de julho de 2016

O túnel heavy metal do St Pauli

O clube alemão St Pauli pode não assustar tanto os adversários quando a bola rola, mas não podemos negar que não se esforce para tentar mudar isso.
Com os dizeres "Welcome to Hell" e estética heavy metal, o clube inaugurou o novo túnel de acesso ao gramado de seu estádio. Confira o vídeo:
Se isso vai abalar ou motivar seus jogadores e seus adversários não sabemos, mas não há como negar que ficou muito legal.
Veja também:
Santa Cruz homenageia bandas no DIA DO ROCK

sábado, 16 de julho de 2016

SUNRUNNER: Heliodromus (review)

Sunrunner é uma banda norte-americana originária de Portland, Maine, e formada por David Joy (baixo e vocal), Joe Martignetti (guitarra e vocal) e Ted Maccines (bateria e vocal). Na ativa desde 2008 a banda chega ao seu terceiro álbum "Heliodromus" demonstrando grande personalidade na sua mistura de heavy metal com rock progressivo.
E a primeira observação a ser feita é justamente essa: não se trata de prog metal como o subgênero foi modernamente configurado por nomes como Dream Theater, mas sim do heavy metal tradicional combinado com elementos progressivos no sentido mais clássico mesmo, com referências aos grandes nomes das décadas de 70 e 80.

Qualquer confusão quanto a isso dissipa-se já com a empolgante "Keepers of the Rite", uma faixa rápida e melódica, com um refrão grandioso que beira o Power Metal e que inicia o álbum após a brevíssima intro "Dies Natalis Soli Invicti". Também servem para nos introduzir ao universo lírico da banda que envolve predominantemente o misticismo pré-cristão do mitraísmo.
Porém, é a partir da terceira faixa "Corax', que a grande viagem musical de 'Heliodromus' tem realmente início.

A música começa com um riff "sabático" para se configurar em um tema tipicamente progressivo, indicando a verdadeira vocação da banda.

Um riff cavalgado contrapõe-se aos vocais suaves em "The Horizon Speaks", que conta com um belo trabalho de guitarras em sua sessão final e uma belíssima incursão de flauta, demonstrando todo o esmero da banda

"Star Messenger" é um outro ponto alto do álbum. A música inicia-se com um riff "desesperado" que intercala-se com passagens de andamento mais moderado, conferindo à música uma dinâmica das mais interessantes  que culminam em um desfecho rápido e melódico a la Iron Maiden em seus melhores momentos.
"The plummet" traz um pouco de influência folk europeia com seu clima mediavelesco que incorpora instrumentos éticos diversos, resultando numa sonoridade de encher os ouvidos.

"Technology's luster" traz de volta o metal com altas doses de melodia, com um riff marcante e boas linhas de baixo.

"Passage",  como o nome sugere, é uma faixa instrumental que prepara o ouvinte para o clímax do álbum: a longa faixa título, que em seus mais de 20 minutos, sintetiza tudo aquilo descrito anteriormente: peso, melodia e sonoridades repleta de nuances progressivas.

Em "Heliodromus" o Sunrunner demonstra muita musicalidade em um trabalho que faz uso de boas referências mas sem se apegar a clichês, com um resultado bastante orgânico e original. Um álbum para ser ouvido e apreciado por todos aqueles que entendem a música como arte, algo bastante esquecido nestes tempos de streamming.
Uma última informação importante é que a banda estará no Brasil pela primeira vez em Agosto para quatro apresentações, incluindo um show gratuito dentro do projeto Palco Livre aqui em Votorantim/SP (confira datas no banner acima). Uma ótima oportunidade de ver  ao vivo todas as qualidades demonstradas em "Heliodromus".

Para maiores informações:
www.sunrunnermusic.com
www.facebook.com/sunrunnermusic
www.youtube.com/sunrunnermusic
www.minotaurorecords.com
www.somdodarma.com.br


Veja também:
Assista documentário sobre a Revista VALHALLA

sexta-feira, 15 de julho de 2016

Assista documentário sobre a Revista VALHALLA

A VALHALLA foi uma das principais revistas de rock e metal do país durante o período em que foi editada, entre 1996 e 2007. Como muitas outras publicações do gênero da era pré-Internet, teve início como um fanzine que marcou época especialmente aqui na região de Sorocaba, berço da iniciativa (eu particularmente conheci muitas bandas através do fanzine).


O curta-metragem "VMM - Valhalla Metal Magazine" dirigido por Lucas Gervilla e Marta Schneider recupera essa rica história através de depoimentos de pessoas que tiveram envolvimento direto ou indireto com a publicação. O filme foi produzido através da "LINC" - Lei de Incentivo a Cultura - da cidade de SorocabaVale a pena conferir:
VMM - Valhalla Metal Magazine from Lucas Gervilla on Vimeo.


Veja também:

quinta-feira, 14 de julho de 2016

PELÉ lança música sobre as Olimpíadas

Já falamos aqui sobre o lado multimídia de PELÉ, bastante subestimado pelas novas gerações, que inclui diversas composições. Mesmo assim não deixa de ser surpreendente saber que o "Rei do Futebol" resolveu relembrar os velhos tempos e soltou uma música sua sobre as Olimpíadas do Rio. A música é um samba chamado "Esperança". Ouça no link abaixo:
https://open.spotify.com/embed/album/50qh023F12rBX53QD362Hl

Veja também:
Pelé, o Rei do Futebol e da MPB

quarta-feira, 13 de julho de 2016

Santa Cruz homenageia bandas no DIA DO ROCK

O dia 13 de julho é conhecido como Dia Mundial do Rock e o Santa Cruz aproveitou a data para prestar uma homenagem à grandes bandas do Rock nacional e internacional. Para isso, utilizará no jogo contra o Vasco na Copa do Brasil camisas com nomes de bandas, como podemos ver nas imagens do post.
Uma grande  iniciativa do Santa Cruz. Tomara que o Rock'n'Roll traga um ânimo novo ao time, que não anda lá muito bem no Brasileirão.

terça-feira, 12 de julho de 2016

Na Estrada Para o Brasil Mais uma Vez

Em 2014 tivemos aqui a nossa inglória e bastarda Copa do Mundo que tanto nos divertiu quanto causou problemas. A Copa inspirou críticas diversas, mas na hora em que a bola rolou tivemos grandes e divertidos momentos. Registramos nossas impressões em algumas canções. Uma delas foi a 'Road To Brazil' que fizemos para participar do concurso "Supersong" da Sony. Agora, às vésperas das famigeradas Olimpíadas, enquanto o mundo esportivo volta seus olhos para o Brasil, resolvemos relembrar a canção com o singelo vídeo abaixo. Confira:
Confira também a versão original:

Veja também:
Música: "Football matches and Rock'n'Roll"

domingo, 10 de julho de 2016

Portugal Campeão entre lágrimas e mariposas

Portugal fez uma campanha medíocre durante toda Euro. Passou da primeira fase com três empates. Foi beneficiado por um chaveamento que lhe salvou de enfrentar alguma camisa de peso na sua trajetória até a final.

A França bem que poderia ser o "Gigante Adamastor" descrito por Camões em "Os Lusíadas". Evoluiu durante a competição e apresentou um futebol empolgante contra a atual campeã mundial Alemanha. Teve em Griezmann o craque da Copa. Porém, das duas uma: ou exagerou na comemoração - haja vista a 'nhaca' em que estavam seus principais jogadores - ou esqueceu que ainda lhe faltava mais um jogo para poder levantar o caneco.

Contudo, nenhuma dessas hipóteses serve para justificar o retumbante fracasso francês de perder em casa para um time muito inferior que ainda por cima perdeu seu principal jogador, nocauteado por Payet e por uma singela mariposa.
Aliás, a mariposa ali consolando Cristiano Ronaldo é um ponto chave nesse episódio. Talvez nem em uma narrativa do mestre José Saramago encontrássemos algo tão prosaico. Mas é provável que o bater das asas daquela mariposa tenha desencadeado os eventos que culminariam com o título Português.

O que mais poderia ter desviado aquela finalização da França já no finzinho do segundo tempo senão o movimento das asas da pequena mariposa? Talvez mesmo o gol do português Éder tenha contado com uma ajudinha extra. Jamais saberemos a extensão exata do "efeito mariposa".

Falando em Éder, o herói ficou quase anônimo, pois as lágrimas de Cristiano Ronaldo comoveram de tal forma a opinião pública que ele acabou sendo o centro das atenções sem mesmo ter jogado de fato os 120 minutos da partida. 

Como diria Fernando Pessoa, outro grande da literatura portuguesa: "Ó Mar Salgado, quanto do teu sal são as lágrimas de Cristiano Ronaldo?" Mas desta vez não teve espaço para o fado. Foram lágrimas de vitória. Aquele que tantas vezes carregou sua equipe nas costas desta vez foi mero espectador. Teve que torcer e sofrer como fazemos diariamente nós mortais. O semi-deus do futebol humanizou-se, enfim.

Se em 2004 Portugal injustamente perdeu a final em casa para a Grécia, a história conseguiu ironicamente reparar o erro. Pior para a França que não tinha nada a ver com isso. Terá que esperar que a sorte ou alguma mariposa mágica venha lhe sorrir em outra ocasião. 

MICK JAGGER e ISLÂNDIA derrubam a INGLATERRA

sexta-feira, 8 de julho de 2016

#7a1Day: Dois anos do inesquecível 7x1

Dois anos do inesquecível 7x1. Tudo era previsível, principalmente o "pós copa". Infelizmente pouca coisa mudou no nosso futebol e na nossa política (apesar de todo barulho), que vai de mal a pior. Pelo menos tentamos avisar, como você pode conferir na nossa "canção oficial" e também vasculhando posts antigos do blog...

Veja também nossos posts repercutindo o vexame brasileiro:
Alemanha 7 x 1 Brasil: Crônica de uma tragédia anunciada