Menu

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Resenha: Savannah - Lipztick - Gallaxy (Galpão Motor Rock, Votorantim/SP, 14/12/2014)

A cidade de Votorantim/SP viveu um dia antológico para o Hard Rock neste domingo, quando a lendária banda gaúcha SAVANNAH se apresentou ao lado das bandas locais GALLAXY e LIPZTICK (CLIQUE AQUI e veja mais fotos na página do blog no Facebook).

A primeira banda a subir no palco foi a banda de hard heavy GALLAXY.  
Tendo acompanhado diversos shows da GALLAXY no ano, posso afirmar que é nítida a evolução da banda. Estão melhores a cada apresentação, e com um repertório com mais músicas autorais, além de terem mudado os covers que costumam apresentar (dessa vez por exemplo incluíram Firehouse e Alice Cooper), o que demonstra que a banda passa longe da acomodação. O aguardado EP de estreia da banda deverá ficar pronto em 2015 e certamente a levará a um outro estágio.
Na sequência, tivemos a banda de hard glam LIPZTICK, tradicionalmente conhecida por seu estilo festivo.
Com repertório totalmente autoral e com letras em português, a banda fez um set curto, com destaque para 'Macabro Ritual' e 'Insanidade Total'. Um bom aquecimento para o que viria a seguir.
Quando a SAVANNAH, enfim, subiu ao palco era visível a satisfação dos presentes e também da banda por esse momento. 
Tamanha empatia serviu de combustível para uma apresentação empolgante, mesmo com pequenos problemas no som, especialmente nas primeiras músicas. Obstáculos irrelevantes para quem se manteve fiel ao rock'n'roll por tantos anos e que a banda tratou com bastante naturalidade.
Com um carreira de mais de 20 anos, passando por diferentes fases, a banda deu mais ênfase à sua fase inicial, tocando músicas de sua primeira fita demo, e ao seu último lançamento, o álbum 'A new way to live', além de tocar ainda duas músicas inéditas, que deverão integrar seu próximo lançamento previsto para 2015.
A formação atual da banda conta com os músicos Paul Paul (bateria), Wagg (baixo) e Frab (guitarra), que além de tocarem muito bem, incorporam o espírito da banda. Já o vocalista Spades é típico cara que nasceu para estar no palco e realmente coloca o coração naquilo que faz, algo que cada vez se vê menos por aí.
Mais que um show a apresentação da SAVANNAH foi uma verdadeira festa, cujo momento mais representativo foi a música "Open Wide and Look Inside", quando a galera literalmente invadiu o pequeno palco do Galpão Motor Rock para cantar com a banda, numa verdadeira celebração do hard rock.
Pessoalmente, fico feliz por ter a oportunidade de ter presenciado e poder compartilhar esse momento. Parabéns as bandas Gallaxy e Lipztick que tiveram a iniciativa de trazer a Savannah para Votorantim. E tomara que não demore tanto tempo para que a Savannah retorne a São Paulo.

Veja também:
Resenha: Paul McCartney - Out There Tour (Allianz Parque - São Paulo - 25/11/2014)
Resenha: Angra - 'Angels Cry 20th Anniversary Tour' (Plaza Hall - Sorocaba/SP)

sábado, 13 de dezembro de 2014

O Hobbit: A batallha dos cinco exércitos (crítica)


Em 'O Hobbit: a batalha dos cinco exércitos' nos deparamos novamente com os carismáticos personagens criados por J.R.R. Tolkien em sua, digamos, aventura estendida, adaptadas às telas por Peter Jackson. 

O filme marotamente inicia-se com o embate entre os heróis e o dragão Smaug do filme anterior, o que não deixa de ser esquisito, já que Smaug configurara-se em uma carismática figura, é derrotado logo nas cenas iniciais, fazendo do que seria o clímax do filme anterior uma cena de importância secundária. 
Assim, os anões liderados por Thorin Escudo de Carvalho se apoderam de toda riqueza guardada pelo dragão. Porém, mesmo em um reino mítico como esse, onde tem grana tem 'treta', e a morte de Smaug coloca humanos, anões e elfos em pé de guerra. 
Paralelo a isso, há uma horda de Orcs perversos que querem matar todo mundo numa intrincada trama que serve como elo maior entre os eventos de 'O Hobbit' e o universo cinematográfico de 'O Senhor dos Anéis'. 
Estabelecido esse novo conflito, o que se sucede é pancadaria sem muita enrolação, em ótimas sequências. Obviamente há exageros, mas o espectador que chegou a esse terceiro filme certamente não se importará muito com eles. 
Legolas, por exemplo, protagoniza cenas dignas de videogame, como voar em um morcego gigante, entre outras façanhas delirantes. Já a 'batalha final' entre Thorin e Azog, o 'Orc fodão', é bem divertida e configuram um ótimo climax. 
Talvez o único defeito de 'A batalha dos 5 exércitos' esteja mesmo no fato de ser um filme muito físico, deixando Bilbo, o Hobbit que dá nome à trilogia, em segundo plano. Embora isso não comprometa o quesito diversão, não deixa de ser um tanto decepcionante. 
Enfim, uma obra que engrandece ainda mais o legado de Tolkien, o currículo de Peter Jackson e a conta bancária de seus produtores. E a julgar pelo grande sucesso, não seria de se admirar que futuramente essa combinação rendesse outras adaptações, embora questões de direitos autorais sejam um grande obstáculo para isso (por incrível que pareça o filho de Tolkien não aprovou as versões de Jackson do trabalho de seu pai, mas nada que uma parcela do tesouro de Erebor, a 'Montanha Solitária', não resolva...). É aguardar pra ver.
Veja também:
O Hobbit: Uma jornada inesperada (crítica)
O Hobbit: A desolação de Smaug (crítica)

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Novo videoclipe do Hangar


A banda Hangar lançou nessa semana o videoclipe de "Let me Know Who I Am", uma das 4 faixas inéditas que integram a recém-lançada coletânea "The Best Of 15 Years, Based on a True Story...", primeiro registro a contar com o novo vocalista Pedro Campos. 
O trabalho também marca o retorno do guitarrista fundador, Cristiano Wortmann. Confira:

"The Best Of 15 Years, Based on a True Story..." já pode ser adquirido na principais lojas do Brasil ou diretamente através do site da banda: http://hangar.mus.br/site/merch/

Mais Informações:

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Músicas do RIVER PLATE em versão rock


Depois de passar por momentos muito ruins, o RIVER PLATE voltou a assumir o protagonismo internacional ao copar o Atletico Nacional da Colômbia por 2x0 e sagrar-se campeão da Copa Sul-Americana. Foi a coroação de um belíssimo ano para o futebol argentino, que já havia vencido a Libertadores e ficou com o vice-campeonato mundial na Copa realizada no Brasil.
Em homenagem ao RIVER, garimpamos essas músicas de sua torcida em versão rock. Vale a pena conferir:

River Rock Metal-River mi buen amigo


River Rock Metal-Yo soy de river

River Rock Metal-Se viene la banda de river

River Rock Metal- y vamos vamos vamos millonario


Veja também:
Boca Jrs: "El Rock de la Boca"
Músicas do San Lorenzo em versão Rock

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Helloween: Tributo só com bandas nacionais disponível para download

Em uma iniciativa muito lega o site Helloween Brasil organizou um tributo só com bandas nacionais em homenagem ao 30 anos da icônica banda alemã. O tributo pode ser baixado gratuitamente no seguinte link:

Abaixo você confere a lista das faixas e das bandas responsáveis por sua execução: 

01. Soulspell – We Got The Right
02. Pastore – How Many Tears
03. Vandroya - March Of Time
04. Altergeist – The Chance
05. Bruno Sutter & Children Of The Seven Keys – Keeper Of The Seven Keys
06. Angels Holocaust - Liar
07. Scelerata – Twilight Of The Gods
08. Rygel – Before The War
09. Blackchest - Tales Of Jericho (Cry For Freedom, Victim Of Fate, Ride The Sky, Heavy Metal Is The Law)
10. Evildead – Halloween
11. Thunderwrath – Hell Was Made In Heaven
12. Victoria – Someone’s Crying
13. Hell’s Keeper – We Damn The Night
14. Victim Of Fate - Victim Of Fate
15. Miura Jam - If I Could Fly (feat. Vanessa Lockhart)
16. Laura Giorgi – The Time Of The Oath (with Fabio Carito e Thiago Oliveira)

Veja também:
Vídeo: Pastore interpretando o clássico 'How Many Tears' do Helloween

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Zeca Baleiro e Fagner cantam música em homenagem ao 'craque Alex'

A última rodada do Brasileirão 2014 marcou a despedida de Alex, que disse adeus aos gramados com uma vitória por 3x2 do Coritiba, clube que o revelou, diante do Bahia. Alex foi ídolo por onde passou, uma pena somente não ter uma Copa do Mundo em seu belo currículo que inspirou a música 'Craque Alex', composta por um amigo do jogador e que ganhou a interpretação de Zeca Baleiro e Raimundo Fagner. Confira:
Veja também:
Cantor Zeca Baleiro fala sobre Canhoteiro e Rogério Ceni
Zeca Baleiro faz música cornetando Felipão

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Votorantim: um dos berços do futebol no Brasil

Nesta segunda-feira cidade de Votorantim/SP comemorou 51 anos de emancipação, mas sua rica história futebolística remete ao tempo em que ela ainda era um distrito de Sorocaba.

Muito desta história está representada na popular 'Estátua do Jogador', situada no estádio municipal da cidade e que faz homenagem ao Sport Club Savoia. 
Campo do Savóia onde hoje fica o Bairro da Chave em Votorantim
O Savoia, fundado em primeiro de janeiro de 1900 por operários de origem italiana que trabalhavam na fábrica Votorantim, foi um dos primeiros clubes de futebol do Brasil. 

Uma curiosidade é que o primeiro jogo da história do Palmeiras (então Palestra Itália) foi justamente contra o Savoia, que existiu até 1942, quando em virtude da segunda guerra mundial, mudou o nome para Clube Atlético Votorantim, que manteve atividades profissionais apenas até 1951.
Recepção ao Palestra Itália em 1915
Observadores mais atentos perceberão que o emblema do Savoia apresenta a mesma cruz que pode ser encontrada no escudo do Palestra Itália. Isso se deve ao fato de a cruz representar a 'casa de Savoia', dinastia de grande importância na unificação da Itália. 
Após o fim do Savoia/Clube Atlético Votorantim, passaram-se décadas até que a cidade tivesse um outro clube, o VOTORATY, surgido nos anos 2000, mas já dentro da cultura do dito 'futebol moderno' comandado por empresários e que gerou mais frustração do que alegrias, sem o romantismo de outrora (leia mais CLICANDO AQUI).
Atualmente a cidade não conta com um time profissional e tem que se contentar com a Copa Brasil de Futebol Infantil, competição oficial da CBF, e que ocorre anualmente com grandes clubes nacionais representados por garotos menores de 15 anos e por onde passaram craques do quilate de Neymar. 

Mas é inegável o quanto uma cidade com um história tão importante no futebol nacional se sente orfã de um time profissional. Fica a torcida que o futuro traga um novo clube à cidade e que faça juz a tradição iniciada pelo Savoia...

Clube Atlético Votorantim (Wikipedia): 


HERÁLDICA NO FUTEBOL: As Cruzes nos Escudos dos Clubes:

Veja também:
Votoraty, o outro Tigre fujão
As origens tropeiras do Grêmio de Foot-ball Porto Alegrense
Sport Club Rio Grande e o Dia Nacional do Futebol

domingo, 7 de dezembro de 2014

Balanço Final do Brasileirão 2014


E o Brasileirão 2014 chegou ao fim, sem grandes surpresas em relação ao que se desenhara ao término do 1o turno (veja se nossas previsões se concretizaram CLICANDO AQUI). 
O Cruzeiro confirmou o favoritismo e faturou o título com relativa tranquilidade. Contudo, projetando a Libertadores 2015, o torcedor cruzeirense deve conter a euforia, já que no confronto com São Paulo, Corinthians e Atlético Mineiro a Raposa se deu muito mal. 
O São Paulo se reforçou de forma correta e fez uma ótima campanha, especialmente se comparado a 2013, mas vacilos contra times inferiores no 1o turno custaram-lhe o título. 
O Internacional mesmo sofrendo goleadas marcantes contra a Chapecoense e no Gre-Nal, que deixaram Abelão na berlinda, superou as desconfianças e carimbou vaga direta para a Libertadores. 
O Corinthians por sua vez, chegou ao quarto lugar graças a Paolo Guerrero que carregou o time nas costas. Não deixa de ser um prêmio para o jogo feio do agora ex-técnico Mano Menezes. 
O Galo ficou pelo caminho mas COPOU de forma épica a Copa do Brasil, com uma monstruosa carimbada na faixa do Cruzeiro, de modo que terminam o certame rindo à toa. 
Já Grêmio e Fluminense foram os 'cavalos paraguaios' que em determinado momento chegaram a empolgar suas torcidas, mas não tiveram fôlego para se manter no G4.
Atlético Paranaense, Santos, Flamengo,  Sport e Goiás ficaram na 'ilha de Lost' da tabela. Não chegaram a correr grande risco, com exceção do Flamengo que teve um início péssimo e preocupante, mas nem chegaram a fazer seu torcedor sonhar com algo maior. E especialmente Flamengo e Santos precisam se planejar melhor para fazer campanhas mais condizentes com a sua tradição.
Figueirense fez um bom segundo turno e escapou da degola sem muito drama. O mesmo não se pode dizer do Coritiba que de fato chegou a preocupar seu torcedor.  

A Chapecoense foi vencedora no quesito carisma, com goleadas antológicas sobre Internacional e Fluminense.
O Palmeiras conseguiu escapar de um novo descenso, mas é inegável que moralmente continua rebaixado. Não venceu na nova casa, perdeu os clássicos, e só escapou da degola pela ruindade alheia e ainda teve que comemorar ajuda de um rival, conseguindo a proeza de ter um saldo de -25, o segundo pior, atrás apenas do lanterna Criciúma, que apostou em figurões já a beira da aposentadoria em um estilo de competição que exige muito fôlego.
O Botafogo é outro que fez tudo errado e foi merecidamente rebaixado. A situação vexatória de atraso de salários não é compatível com a elite do futebol nacional. Precisa se reestruturar completamente ou perderá de vez o espaço no cenário nacional.
Por fim, a dupla BA-VI envergonhou o Nordeste conseguindo morrer abraçados. O Bahia ainda mostrou alguma resistência na reta final. Já o Vitória foi uma verdadeira vergonha. Além de tecnicamente fraco, entrou no último jogo com atitude derrotista. Pela apatia merecia ir direto à série C.
Não poderíamos deixar de salientar o crescimento do futebol catarinense que com o acesso do Avaí e do Joinville terá QUATRO representantes na elite em 2015. Se essa tendência se consolidar, os grandes precisam ficar de olhos muito abertos, porque foi-se o tempo em que esses times subiam em um ano para caírem no outro.

Um campeonato atípico pela parada da Copa do Mundo, que deu a sensação que demorou a 'engrenar'. Acredito que em 2015 o nível de competitividade melhore, embora não espere um nível técnico superior ao apresentado. 

Veja também:
Músicas em homenagem ao Cruzeiro em versão rock

sábado, 6 de dezembro de 2014

Joanatan Richard divulga prévia de seu segundo álbum

O guitarrista/cantor pernambucano JOANATAN RICHARD, que tem um trabalho que mistura blues, Rockabilly e rock dos anos 50 e 60, divulgou um teaser muito legal de seu segundo segundo álbum, a ser lançado em 2015. Vale muito a pena conferir:

O seu primeiro álbum 'Rockin' in this crazy world', lançado pelo seu próprio selo, a Ipojuke Records, recebeu uma resenha do nosso blog que pode ser conferida abaixo:

Para maiores informações, confira os links:
Site oficial: http://www.jrichard.com.br/
Facebook: https://www.facebook.com/JoanatanRichardguitar

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Savannah: lenda do hard rock fará shows no interior paulista

A lendária banda de hard rock gaúcha SAVANNAH se apresentará em Votorantim/SP no próximo dia 14/12. O show terá abertura das bandas GALLAXY  e LIPZTICK.
Formada em meados dos anos 90, a SAVANNAH conseguiu grande repercussão entre os apreciadores do estilo, tendo lançado diversos trabalhos ao longo desses anos.

A galera da região de Indaiatuba também poderá conferir a banda no dia 12/12 (sexta-feira, atenção às datas!) em evento que também terá a participação da banda GALLAXY, mas com a companhia da banda DOSE LETAL.

Grande oportunidade de conferir uma banda histórica do hard rock nacional!

Mais informações em:
https://www.facebook.com/events/774837505903364/

Veja também:
Metal Singers: grandes vozes do metal em Sorocaba/SP