Menu

sábado, 28 de maio de 2016

Música tema de GAME OF THRONES em VERSÃO METAL


A série "GAME OF THRONES", baseada nos livros de George R. R. Martin, é um dos maiores sucessos da atualidade. Abaixo podemos conferir uma releitura METAL do tema da série na interpretação do guitarrista Cacá Barros, com participação do baixista Rafa Tuzu:

sexta-feira, 27 de maio de 2016

Seleção Brasileira dos Não-Convocados

A Seleção da CBF se prepara para a Copa América Centenário comandada pelo contestado Dunga e ainda sob a sombra dos inesquecíveis 7x1 de 2014.
Como o atual selecionado nacional não mete muito medo em ninguém, imaginei um desafio entre uma seleção brasileira só de renegados que jogam no Brasil contra a Seleção"oficial". Assim teríamos:
Grohe (Grêmio), Marcelo Oliveira (Grêmio), Geromel (Grêmio), Maicon (São Paulo), Fagner (Corinthians), Ganso (São Paulo), Rafael Carioca (Atlético MG), Diego Souza (Sport), Dudu (Palmeiras), Grafite (Santa Cruz) e Gabriel Jesus (Palmeiras). Técnico: Tite

Contra a equipe de Dunga formada provavelmente pelo time abaixo, que deve ser a base da equipe da Copa América:

Alisson, Daniel Alves, Gil, Miranda e Douglas Santos; Luiz Gustavo, Elias, Renato Augusto, Philippe Coutinho e Willian; Jonas.

Será que daria jogo? Eu acredito que sim e se bobear o time renegado teria um leve favoritismo. Essa aliás, pode ser a última chance de Dunga. Uma participação pífia e acredito que o caminho fique livre para outro comandante. A conferir.

Veja também:
Governo Temer é tão legítimo quanto o Mundial de 2000 ou o Brasileiro de 87

quinta-feira, 26 de maio de 2016

PALMEIRAS em parceria com o SPOTIFY

Depois de o Corinthians se juntar ao Napster, agora é a vez do PALMEIRAS levar sua marca ao mercado de streaming de músicas através de uma parceria com o SPOTIFY. Quem acessar o perfil do Verdão pelo site ou aplicativo terá acesso às playlists dos jogadores e do perfil oficial do clube, bem rocker, aliás, com músicas do AC/DC, Rolling Stones, Iron Maiden, Ramones, entre outros (confira CLICANDO AQUI).

A playlist do goleiro Fernando Prass também é bem curiosa, com ampla predileção por Oasis e Rolling Stones (confira no link abaixo). Já as dos demais jogadores, é melhor passar bem longe.

Playlist Fernando Prass: 

https://open.spotify.com/user/sep1914/playlist/1GO50IEaSQBqCOpK9YBdTM

Para maiores informações sobre essa parceria, CLIQUE AQUI.

Veja também:
CORINTHIANS lança aplicativo de música em parceria com o NAPSTER

quarta-feira, 25 de maio de 2016

Atlético de Madrid, Simeone e o fim do tiki-taka

O Atlético de Madrid conseguiu nessa Champions League o que seria inimaginável há alguns anos: desbancou as duas maiores potências do futebol mundial em seguida, chegando novamente a uma final do maior campeonato do planeta.


No entanto, mais do que o sucesso de um clube, as vitórias do Atlético de Madrid consagram um estilo de jogo que há muito vinha sendo desprezado pela mídia especializada: o jogo defensivo estratégico.

Menos vistoso para muitos, mas inegavelmente eficiente, a opção tática de Simeone faz do Atlético de Madrid um verdadeiro "anti-Barcelona", a antítese do enfadonho "tiki-taka" do qual Guardiola é representante e que fez a tese da valorização excessiva de posse de bola prevalecer na última década.

Obviamente, não se trata de uma retranca pura e simples. Há diversos méritos facilmente observáveis, em especial a disciplina tática, que inclui o empenho coletivo na recomposição rápida que faz com que os colchoneros raramente sejam surpreendidos. 
O resultado é uma defesa quase intransponível, que antes do jogo contra o Bayern chegou a absurdos 63% de jogos sem sofrer gols (leia mais AQUI). 

Ao tentarem perseguir o modelo de jogo do Barcelona, os grandes europeus tem investido em jogadores de muito nome e sem resultados satisfatórios. O PSG, sempre um figurante de luxo na UCL, e os clubes ingleses que tiveram que engolir o modesto Leicester City como campeão da Premier League, talvez sejam os maiores exemplos de como a perseguição pelo "jogo bonito" pode ser uma perigosa armadilha.

Ao se distanciar desses conceitos "modernos", o Atleti mostra que no final das contas, um time pode ser eficiente sem craques badalados e sem querer inventar a roda. É assim que o " CHOLISMO", como parte da imprensa apelidou o estilo de jogo do time de El Cholo Simeone, tem feito a alegria daqueles que entendem que a beleza no futebol se manifesta de muitas formas, mas nenhuma supera em emoção a entrega e o jogo de contato que estão na gênese do esporte.

segunda-feira, 23 de maio de 2016

PASTORE divulga música nova

A banda de heavy metal PASTORE divulgou o primeiro single de seu próximo álbum, ainda sem título. Confira o lyric video de "Get outta of my way":
Este é o primeiro lançamento do Pastore desde “The End of Our Flames” (2012). A faixa foi composta por Mario Pastore e Marcio Eidt (guitarra) e teve a colaboração de Vito Montanaro (Heaviest) na bateria.

Veja também:
SEPTERRA divulga seu primeiro lyric-video

quinta-feira, 19 de maio de 2016

SEPTERRA divulga seu primeiro lyric-vídeo

A banda Septerra acaba de lançar seu primeiro lyric vídeo. A faixa escolhida foi “Freedom of The Dark One”, do álbum conceitual de mesmo nome, lançado oficialmente em 2016 e que vem obtendo ótimas críticas na imprensa especializada. Confira:


A banda é formada por Filippe ZK (vocal), Marcio Fernandez (guitarras), Diego Felix (teclados) e Marcio Kendi (baixo). Para agravação do álbum a banda contou ainda com a participação especial do baterista Anderson Miranda. 
Mais informações:
Facebook:

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Pop Javali é destaque na nova edição da revista Killer Pumpkin

O power trio Pop Javali recentemente realizou sua primeira turnê europeia que resultará em um registro ao vivo intitulado "Live in Amsterdam". Os detalhes desse novo trabalho foram revelados à revista digital Killer Pumpkin que traz a banda na capa de sua atual edição. 
Para fazer o download gratuito da revista Killer Pumpkin e ler na íntegra a matéria - que ainda traz fotos exclusivas - basta acessar o site da Horigami:

"Live In Amsterdam" será mixado e masterizado por ninguém menos que Andria Busic, do Dr Sin, com quem a banda já havia trabalhado em seu disco anterior de estúdio, "The Game Of Fate".

Para maiores informações, confira os links:
www.popjavali.com.br
www.facebook.com/popjavali
www.twitter.com/popjavali
www.youtube.com/popjavali92
www.soundcloud.com/popjavali

Veja também:
Review: POP JAVALI: "The Game of Fate"

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Capitão América: Guerra Civil (review)

Se não é possível afirmar que esse é o melhor filme do ano, posso dizer que, pelo menos de minha parte, "Capitão America: Guerra Civil" era o filme mais aguardado do ano.
A minha principal expectativa era de como os roteiristas iriam solucionar alguns aspectos relacionados a HQ que inspirou o filme e que mobilizava quase todo o universo Marvel, haja vista o limitado número de personagens do universo cinematográfico construído pela editora e seus parceiros.
E mais uma vez acertaram na mosca: ao transferir o fio condutor do enredo a obrigatoriedade do registro dos heróis - para um contexto envolvendo a ONU e não só o governo norte-americano, conferiram a história uma perspectiva consistente que permitiu a transferência das ações para a Europa, ao mesmo tempo que amarraram as tramas de "O Soldado Invernal" com os eventos de "Os Vingadores". 
As semelhanças com as HQs acabam por aí, mas acredito que nenhum fã tenha ficado decepcionado já que o resultado vibrante mantém a tensão original. Isso significa que, embora com ação ininterrupta, tenhamos um filme com menos espaço para o humor juvenil de outros títulos. Em seu lugar, temos mais ironia que de certa forma captam o estado de espírito atual, com disputas políticas e divergências morais se multiplicando por todo o globo.

Diante desse contexto complexo, a aguardada inserção do Homem-Aranha fica totalmente em segundo plano e funciona com um contra-ponto ao sissudo e vingativo Pantera Negra. Nesse sentido, fica evidente que a famosa cena do trailer que apresentou o aracnídeo foi mesmo uma excelente peça de marketing para agradar os expectadores mais jovens, já que não passa de um coadjuvante de luxo para fazer número na briga entre os heróis. Resta saber como ele será aproveitado nos próximos filmes, mas a primeira impressão é a de que é difícil imaginar um adolescente tagarela com um protagonismo maior diante de tantos outros personagens com conflitos bem mais interessantes e, a essa altura, bem mais desenvolvidos.
O grande mérito de "Guerra Civil", assim como outros filmes da Marvel/Disney, é justamente esse: fugir do óbvio, atualizando seus personagens mas sem abandonar completamente suas mitologias, de modo a agradar novos e velhos fãs. A grande pergunta é até quando vão conseguir costurar tantos enredos sem errar a mão. Mas por enquanto, só temos que aplaudir e aguardar novas "referências". 

Veja também:
Batman V Superman entram em campo

domingo, 15 de maio de 2016

Governo Temer é tão legítimo quanto o Mundial de 2000 ou o Brasileiro de 87


No decorrer da última semana vimos episódios bizarros que antecederam o ápice do golpismo em curso no país, mas que não evitaram que Michel Temer assumisse interinamente o posto de Presidente da República.

Como nas mais vis equipes do futebol, a comandante não resistiu à pressão da "torcida" (ou de parte dela) e foi forçada a entregar o cargo democraticamente conquistado através do sagrado voto direto a quem na prática não recebeu voto algum. Sejamos francos (como foi Itamar Franco, o vice de Collor que virou presidente mas a quem jamais coube o papel de conspirador): ninguém vota no "vice"; o "vice" está lá para ser "vice" e não para puxar o tapete de quem está à frente da coligação. Esse argumento do "vice" é tão vexatório que até o Vasco da Gama resolveu ser campeão para evitar associações.

Já com a prancheta na mão o professor Temer escalou seus Ministros. Sete deles acusados de corrupção, mas isso não incomodou o pessoal da camisa da CBF que foi às ruas diante da nomeação de Lula, em um curioso 7x1 cujos ecos parecem que jamais irão cessar.
Torcida do Internacional protesta contra Temer na Final do Gaúcho.
Politização das torcidas é uma tendência nacional.
O combate à corrupção entrou em stand by. E parece que tática da retranca irá prevalecer. Com o placar favorável, ir ao ataque pode significar riscos desnecessários. Além disso, fingir que a corrupção não existe tem sido uma estratégia de sucesso em muitos governos. Se não há o que investigar, não há o que provar nem o que punir. Em outras palavras, se o juiz não viu, segue o jogo!

Por fim, encerramos nossas elucubrações futebolísticas acerca da política nacional com a constatação de que o governo Temer é tão legítimo quanto o título Mundial de 2000 do Corinthians ou o título Brasileiro de 87 do Flamengo. A menos que você torça para essas duas equipes, você sempre irá contestá-los (isso para não falar do "Mundial" do Palmeiras, já que não é possível argumentar sobre o que não existe, ou a paixão do Fluminense pelos tribunais). 

Temer não foi à campo, ganhou no tapetão e ainda por cima com interpretação dúbia do regulamento. Assim fica difícil até para os mais fanáticos torcedores o defenderem. Sobram apenas bravatas do tipo "Chora mais", "Chupa" ou "Tchau, querida!".

Já para a presidente e seus torcedores fica a decepção de ter feito um golaço aos 45" do segundo tempo e, depois de correr para o abraço, ver o bandeirinha marcar impedimento.

Ainda há a prorrogação, mas dificilmente haverá fôlego para uma virada. 

Mais um gol contra na nossa golpeada história.

Veja também:
Crônica de um Golpe Anunciado
A contraditória nova DEMOCRACIA CORINTHIANA
Juca Kfouri e o futebol contra o golpe

sábado, 14 de maio de 2016

MOLOTOV LIVE SESSIONS: coletânea virtual divulga bandas independentes

Em uma iniciativa muito legal, o Molotov Studio, localizado em São Paulo/SP, reuniu 9 bandas independentes de diferentes gêneros para performances ao vivo exclusivas de músicas autorais. 

A seguir você confere as bandas participantes e as músicas executadas:
90 em chamas - Nos guetos
Monosolo - Insanidade
Teorema do resto - Corrida social
Videocassetes - Luz no fim do tunel
Rocinante - Crença & Castigo
Os Tulipas Negras - Fica comigo
Grunnoise - Faz de conta
Álamo - Sucesso à R$1,99

O resultado, batizado de Molotov Live Sessions, pode ser assistido no player abaixo:

Uma grande iniciativa que mostra que o caminho das bandas independentes é a parceria na divulgação de seus projetos. Para saber mais, confira os links abaixo:



Molotov Studio:

90 em Chamas:

Monosolo:

Teorema do Resto:

Vídeocassetes:

Rocinante:

Os Tulipas Negras:

Grunnoise: